Skip directly to content

Bruno vira gansta

  • 01-10-13
    Bruno vira gansta

    Mas só na capa e no recheio da revista Flaunt. Nosso artista é a estrela da edição de primavera da publicação norte-americana, que traz belas fotos, assinadas pela dupla Hunter & Gattii, em que Bruno mostra todo o seu talento como modelo (sim, o cara é do tipo que canta, dança, atua, faz o que for preciso e faz muito bem), num clima gansta style.

    À revista, ele também falou sobre sua trajetória, inspirações e referências. Elton John, aliás, é uma delas, e Bruno conta uma história envolvendo o cara. “Toquei num show com Elton John. Foi incrível", conta. "Sentei ao seu lado, e ele disse: ‘Bruno, são os caras jovens como você que me mantêm na ativa’. E ele começou a falar de uma música que eu não me lembro qual é, mas disse para mim: ‘Eu amo o seu som '30'. Eu disse: ‘Obrigado, cara, eu basicamente roubei a progressão de acordes de você'. E ele disse: ‘Tudo bem, eu venho copiando as pessoas há anos’."

    Bruno também fala sobre o novo álbum "Unorthodox Jukebox" (baixe o seu aqui) e do que significa para estar em estúdio, gravando. “Eu estou simplesmente tentando me excitar quando eu entro no estúdio. E o que mais me excita é experimentar com diferentes gêneros, diferentes formas. Isso que faz com que eu queira voltar ao estúdio no dia seguinte.”

Gardens admin's picture
on January 10, 2013 - 2:25pm

Mas só na capa e no recheio da revista Flaunt. Nosso artista é a estrela da edição de primavera da publicação norte-americana, que traz belas fotos, assinadas pela dupla Hunter & Gattii, em que Bruno mostra todo o seu talento como modelo (sim, o cara é do tipo que canta, dança, atua, faz o que for preciso e faz muito bem), num clima gansta style.

À revista, ele também falou sobre sua trajetória, inspirações e referências. Elton John, aliás, é uma delas, e Bruno conta uma história envolvendo o cara. “Toquei num show com Elton John. Foi incrível", conta. "Sentei ao seu lado, e ele disse: ‘Bruno, são os caras jovens como você que me mantêm na ativa’. E ele começou a falar de uma música que eu não me lembro qual é, mas disse para mim: ‘Eu amo o seu som '30'. Eu disse: ‘Obrigado, cara, eu basicamente roubei a progressão de acordes de você'. E ele disse: ‘Tudo bem, eu venho copiando as pessoas há anos’."

Bruno também fala sobre o novo álbum "Unorthodox Jukebox" (baixe o seu aqui) e do que significa para estar em estúdio, gravando. “Eu estou simplesmente tentando me excitar quando eu entro no estúdio. E o que mais me excita é experimentar com diferentes gêneros, diferentes formas. Isso que faz com que eu queira voltar ao estúdio no dia seguinte.”